QUERO DICA ONLINE...


Translate this Page
Ultimas Atualizações
Início  (04-06-2017)
Porque choramos?  (23-03-2017)

Rating: 2.7/5 (384 votos)




DICAS COMO DESAPAIXONAR

PAGINA INICIAL
Desejado por muitos, evitados por outros. Se apaixonar é tão bom quanto assustador. Um turbilhão de emoções invadem o peito e nos fazem sentir sensações únicas e estimulantes que fazem o coração disparar e a respiração se tornar ofegante. Surgem dentro de nós vínculos afetivos e viciantes por uma pessoa, mesmo que estes não sejam recíprocos. Vemo-nos vulneráveis e sentimentais, preocupados e cuidados, e chegamos a acreditar que estamos amando. Tornamo-nos capazes de fazer coisas que jurávamos nunca fazer e nos entregamos a uma pessoa em especial que talvez nem seja merecedora de tanta devoção.
Tudo é lindo e cheio de flores até que você desmorona em lágrimas ao se deparar com uma desilusão amorosa, um término inesperado do relacionamento ou falta de reciprocidade da parte dos sentimentos. Justamente no momento em que você achava que estava tudo bem, dormia pensando no indivíduo e fazia planos para o futuro. O fundo do poço é logo ali e você precisa se recuperar. Mas como esquecer? 
 Estipule um tempo determinado para sofrer
Chore até pegar no sono, desabafe os mesmos assuntos para sua melhor amiga todos os dias, critique a injustiça do mundo, ouça músicas depressivas e coma chocolate misturado ao gosto de suas lágrimas. Os primeiros dias são os piores e os mais críticos. Quando se está muito mal, é bom deixar aquele sentimento pesado e incômodo sair, seja pelos olhos, pela boca ou como simples produto do passar do tempo. Em minha opinião, o tempo máximo é de duas semanas. Depois disso você vai se reerguer e fará força para que isso aconteça.
·        Nada de tornar seu sofrimento público
 
Não saia por aí contando sua triste história de amor pra amiga da sua amiga e nem para o poste da esquina. Não faça questão que o seu drama chegue aos ouvidos da pessoa que causou todo esse sofrimento. Nada de expor e atualizar sua vida emocional no face ou no twitter. Evite que saiam por aí falando que você está na pior, e também não espalhe coisas ruins a respeito dele. Se sua intenção é ser notada, fique na sua. Ao não liberar nenhuma informação a seu respeito, você despertará nas pessoas certa curiosidade, justamente por elas não saberem o que se passa com o seu coração.
  
  Pare de procurar
 
Entrar no perfil dele de hora em hora pra ver quantos metros a fila dele já andou não vai te ajudar. Ficar querendo saber do que ele anda aprontando por aí, muito menos. Resista à vontade de querer estar no mesmo lugar que ele, fuja dessas situações se possível. Pare de procurá-lo com o olhar, não faça ligações, nem mande SMS desesperados. Amizade só depois que você estiver totalmente recuperada. Evite essas coisas durante o tempo necessário para que a visão e a lembrança do passado não te façam chorar.
·        
 Chá de autoestima
 
Clichê, porém essencial. Nada melhor do que você se arrumar mais para sair, fazer uma viagem ou paquerar o vizinho. Invista na academia e nos amigos. Distração é o que você mais precisa. Seu foco está em transição de “ELE” para “VOCÊ”. Pare na frente do espelho e relembre suas qualidades. Lembre que se recuperar só depende de você.
       
Lembranças corretas
Não fique lembrando aquelas tardes de verão que vocês passavam juntos, se divertiam e riam de coisas bobas. Quando estiver mal, lembre-se dos pontos negativos dele, das vezes que te magoou ou traiu sua confiança. E nem venha me dizer que ele era perfeito! Algum defeito ele tinha. Não estou dizendo pra você colocar a foto dele em um alvo e arremessar dardos. Entenda, lembrar como ele te arrancava sorrisos bobos só vai te fazer sentir saudade. Pense que outro garoto também poderá te fazer feliz, e quando você estiver preparada para investir em um novo affair, saberá que tipos de defeitos você não se adapta.
·        
Acredite no impossível e mate as esperanças
Eu já cheguei a acreditar que era impossível esquecer alguém, assim como isso já deve ter passado pela sua cabeça pelo menos uma vez na vida. A gente acredita que é possível, mas sente o contrário, não é? Pois bem, minha linda, coloque as coisas certas na sua cabeça e acredite que um dia todo esse sentimento vai passar. Pensamento positivo é essencial. Às vezes as pessoas se afundam por conta própria, ao pensarem negativamente. Acredite que um dia você vai vê-lo cruzar seu caminho e nada borbulhará no teu estômago e o seu coração agirá indiferentemente.
Mate as esperanças de que um dia vocês irão voltar. Isso pode até acontecer, mas não é bom ter isso como meta. Vire a página e comece outra etapa da sua vida. Criar esperanças no íntimo só tornará mais difícil a tarefa de ter que esquecer.
·       
Pare de sentir pena de si mesma
Quando estamos deprimidas costumamos nos olhar no espelho em meio ás lágrimas e sentir pena do que vemos. Questionamos a injustiça gritante e nos sentimos um nada. Como eu já disse antes, a recuperação só depende de você, das suas atitudes com relação aos seus sofrimentos. Pare de se fazer de vítima e encare-se como uma pessoa que possui um crescente potencial. Planeje se sentir melhor a cada dia que passa e realize uma mudança em si mesma de dentro para fora. Aceite que não é a única no mundo a se sentir assim e que coisas como essas acontecem a todos. Faz parte dos altos e baixos da vida.
·        
Tempo ao tempo
O precioso remédio das desilusões: o tempo. Desfrute de seus benefícios e seja paciente ao esperar seus efeitos. O mundo dá voltas, as pessoas crescem, as mentes mudam e os corações ficam mais fortes ao passo que sobrevivem aos tombos que levam da vida.
FONTE: BLOG PORTE  FERMININO.